Pesquisar neste blog:

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Lançamentos de 2010 - Novidades que tenho escutado

Agora que passou essa excelente safra de bons shows aqui no Brasil (não esquecer que ainda temos o grande Paul McCartney em Sampa e Porto Alegre em novembro, e Jeff Beck aqui no Vivo Rio, dia 24/11), vamos parar e falar um pouco dos lançamentos de discos que aconteceram em 2010, especialmente nos últimos meses. Falarei de 7 discos lançados este ano que tem sido captados por meus ouvidos ultimamente.




Ozzy Osbourne - Scream (lançado em junho/2010)
Este disco do Ozzy marca o primeiro trabalho do novo guitarrista Gus G, que substituiu Zakk Wylde (Zakk agora se concentra na sua banda Black Label Society, ver abaixo). É um disco típico de Ozzy Osbourne, heavy metal bem tocado, o novo guitarrista nem decepciona. Mas não sei, fica faltando algo nesse disco que não sei precisar. Parece burocrático, não tem nenhum candidato a clássico. Os discos do Ozzy sofrem desse mal desde Ozzmosis. Talvez por isso Ozzy tenha decidido trocar de guitarrista, pra trazer sangue novo e inovar, mas não foi neste disco que conseguiu. Vamos aguardar o próximo...


Black Label Society - Order Of The Black  (lançado em agosto/2010)
Além de ser botado pra fora da banda de Ozzy, Zakk Wylde também teve problemas de saúde (graças a coágulos nas pernas) que o levaram a parar de beber (o cara entornava o balde pra valer! deve ter sido bem difícil...). Tudo isso deve tê-lo deixado com muita gana de provar serviço neste novo disco. E o cara conseguiu, eu adorei! O disco é pesadíssimo, com toneladas de influências de Black Sabbath (mais ainda que nos anteriores). As baladas são mais dosadas, sem a quantidade exagerada do último. E os petardos pesados estão certeiros. Meus destaques ficam com "Overlord", "Parade Of The Dead" e "Godspeed Hellbound". Pena que este disco esteja demorando tanto para ser lançado aqui no Brasil. Nossas gravadoras sempre fazendo das suas cagadas...

Deftones - Diamond Eyes (lançado em maio/2010)
O Deftones fez uma apresentação fantástica no Rock In Rio 3, que acabou sendo meio que ignorada pelo público farofeiro que dominou aquele dia. Aquela apresentação foi da turnê do disco "White Pony", que, na época, achei inferior aos dois anteriores ("Adrenaline" e "Around The Fur"), que eram excelentes. O próximo também considerei inferior e acabei me desligando um pouco de acompanhar o som deles (apesar de ter ficado abalado pelo acidente que o baixista Chi Cheng sofreu). Mas eles estão voltando à velha forma, e este "Diamond Eyes" é um exemplo. O disco traz petardos pesadíssimos, com aquele andamento característico da banda, e o vocal de Chino Moreno está muito bom. Destaque para o single "Rocket Skates". Vamos torcer que eles sejam relembrados na escalação do próximo Rock In Rio, desta vez sendo escalados para o dia correto...

Exodus - Exhibit B: The Human Condition (lançado em maio/2010)
O Exodus deve ser a banda mais injustiçada do mundo. Os caras lançaram cada disco fodaço e nunca estouraram de sucesso como seus contemporâneos do thrash fizeram. E não se enganem, o Exodus é das antigas quando se trata de thrash metal. A turnê Big Four poderia muito bem ser Big Five e incluir eles. E a banda continua batalhando para tentar chegar a algum sucesso. Este novo disco é um petardo que bem podia ter levado eles ao sucesso, tamanha a qualidade. A banda agora só conta com dois membros da formação original, o guitarrista Gary Holt e o baterista Tom Hunting. O vocalista não é mais o esganiçado Steve Souza e sim Rob Dukes (que estreou no disco "Shovel Headed Kill Machine"), que manda bem. O disco é uma coleção de pancadas na orelha, thrash metal de primeiríssima qualidade. Vale a pena conferir, excelente lançamento!!


Iron Maiden - The Final Frontier (lançado em agosto/2010)
Depois de excursionar nos últimos anos tocando material dos anos 80, o Iron Maiden resolveu gravar um novo álbum, pegando o mesmo produtor dos últimos discos (Kevin Shirley) e usando o estúdio onde gravou seus antigos clássicos (Compass Point Studios, em Nassau). O resultado é um belíssimo álbum, com composições longas, bem interessantes. Com certeza este disco está agradando mais que o anterior, o mediano "A Matter Of Life And Death". Destaques para a faixa de abertura "Satellite 15... The Final Frontier", o single "El Dorado", "Mothers Of Mercy" e a última música, "When The Wild Wind Blows". Agora é só aguardar pela turnê passar pelo Brasil, mais uma vez. Up the Irons!!

Eric Clapton - Clapton (lançado em setembro/2010)
O que falar de Eric Clapton -  quando esse senhor quer provar seu talento, ele prova, vai e grava um disco fantástico. É daqueles discos que você para pra escutar e fica embasbacado com a qualidade. Uma sutileza, um bom gosto de arranjos incrível. O repertório deste disco é variado, apenas uma composição própria e uma seleção de canções suaves, gostosas de ouvir. O coroa tá com 65 anos, então vamos aproveitar estas demonstrações de genialidade do deus da guitarra e torcer por uma turnê em terras tupiniquins. Já se vão quase 10 anos da última!!

Jeff Beck - Emotion And Commotion (lançado em março/2010)
 E por falar em coroas que escolhem bem seu repertório, Jeff Beck é outro exemplo. Se lembrarmos que ambos têm a mesma origem (Yardbirds), faz sentido. Este disco traz também uma ótima escolha, não só no repertório mas também nos convidados. Joss Stone e Imelda May emprestam sua voz aqui, deixando este disco ainda mais gostoso de ouvir. Em algumas poucas faixas, uma orquestra completa o arranjo, e o resultado é muito agradável. Felizmente, presenciaremos esta turnê no mês que vem, no Vivo Rio. Pena que Joss e Imelda não estarão presentes, seria muito interessante assistir a tais duetos. Se você vai ao show, dê uma escutada neste disco antes, pois várias canções tem sido executadas na turnê. Vale a pena!!

Bom, como citado acima, tem show do Jeff Beck no mês que vem e este show ainda merece um post próprio, quem sabe o próximo. Fiquem no aguardo.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...