Pesquisar neste blog:

quarta-feira, 4 de maio de 2016

Anthrax - For All Kings

Cinco anos depois de "Worship Music", o Anthrax está de volta com mais um álbum de estúdio, intitulado "For All Kings", e lançado em fevereiro deste ano de 2016. Um retorno intenso e que conseguiu alcançar o Top 10 da parada norte-americana, melhor posição alcançada desde o álbum "Sound Of White Noise", de 1993. Vamos lá!

Pouco antes do lançamento do EP "Anthems", o guitarrista Rob Caggiano, com o Anthrax desde 2001, anunciou sua saída da banda. Falou que ia se dedicar ao trabalho de produção de discos, mas acabou indo parar na banda dinamarquesa Volbeat. Rapidamente, a banda anunciou seu substituto: Jonathan Donais, ex-Shadows Fall. Foi com Donais que o Anthrax se apresentou em São Paulo, em maio de 2013 (confira a resenha para este show aqui). Em agosto do mesmo ano, ele foi confirmado oficialmente como novo membro da banda. Depois de encerrar a turnê promovendo o EP, a banda começou a compor para o novo álbum, e gravou nos anos seguintes, sempre parando para excursionar no verão do hemisfério norte. No final de 2015, o álbum já estava gravado e mixado, mas a banda resolveu segurar seu lançamento, para priorizar o relançamento da versão remasterizada do disco "Spreading The Disease". Com as canções "Evil Twin" e "Breathing Lightning" liberadas em outubro do ano passado e janeiro deste ano, o álbum propriamente dito viu a luz do dia no dia 26 de fevereiro de 2016. Pouco depois (em março deste ano), a banda liberou o (brutal) vídeo para "Blood Eagle Wings" - veja mais abaixo.

Foto promocional da banda com a formação atual, incluindo o o guitarrista Jon Donnais
Talvez a grande pergunta que todos estejam fazendo neste momento é a seguinte: este novo álbum do Anthrax é mesmo tudo isso que estão falando? "For All Kings" supera o disco anterior e chega perto dos maiores clássicos dos anos 80? E eu digo pra você: muito cedo pra afirmar tudo isso! Clássicos ganham sua importância com o passar do tempo, e daqui há alguns anos a gente volta e verifica se este novo trabalho da banda resistiu a este teste.

O que posso afirmar agora é que a banda manteve a boa fase e avançou com composições bem trabalhadas, com uma produção caprichada de Jay Ruston, o mesmo que trabalhou no disco anterior, "Worship Music". Também posso afirmar que a banda trouxe uma coleção de canções que procura privilegiar boas melodias e refrões grudentos. Basta ouvir "Breathing Lightning" e sua melodia ganchuda casada a um riff empolgante, que te faz querer bater cabeça. "All Of Them Thieves" e "This Battle Chose Us!" também reforçam esta ideia. Já a ideia de composições mais bem trabalhadas se afirma e chega ao ápice com a épica "Blood Eagle Wings", que ganhou um puta vídeo pra aumentar seu impacto.

Entretanto, tudo isso não é suficiente. Estamos em um disco do Anthrax, um dos quatro pilares do thrash metal norte-americano. Precisamos de arrasa-quarteirões para agitar e bater cabeça. E temos bons exemplares destas canções aqui: "You Gotta Believe", a abertura do álbum, esbanja qualidade, reforçada pela introdução épica e clássica. "Evil Twin", a primeira faixa liberada do disco, é daquelas pra sair pogando pela casa, batendo cabeça insanamente. E o encerramento com "Zero Tolerance" mostra o Anthrax em grande fase, com um riff rasgante e destruidor que se agiganta no decorrer da canção.

Contracapa da edição brasileira do álbum, limitada, com um EP de bônus
Combinado ao fato do restante das canções do disco não decepcionar e trazer boa qualidade também, temos um belo álbum que mantém a banda na ascendente e crescente desde a volta de Joey Belladonna, com reforço do estreante Jon Donnais, que realizou um grande trabalho com seus solos certeiros. Com o retorno ao Top 10 da parada norte-americana, o Anthrax deve excursionar bastante para promover este álbum e consolidá-lo junto a seus fãs. E o tempo nos dirá a sua importância dentro da grande discografia da banda. Por enquanto, fico com a seguinte opinião: o álbum é muito bom e merece diversas audições!

Relação de músicas:
1 - "Impaled"
2 - "You Gotta Believe"
3 - "Monster At The End"
4 - "For All Kings"
5 - "Breathing Lightning"
6 - "Breathing Out"
7 - "Suzerain"
8 - "Evil Twin"
9 - "Blood Eagle Wings"
10 - "Defend/Avenge"
11 - "All Of Them Thieves"
12 - "This Battle Chose Us!"
13 - "Zero Tolerance"

Felizmente, a Nuclear Blast lançou uma edição brasileira limitada deste álbum, com um segundo disco de bônus, incluindo três faixas ao vivo e o EP "Anthems" (confira a resenha para este EP aqui). Mas corra atrás desta edição, somente mil unidades foram feitas! (e a cópia de número 372 já está comigo...)

Alguns vídeos:
"Evil Twin" (lyric video):


"Breathing Lightning":


"Blood Eagle Wings":

Um abraço rock and roll e até a próxima resenha!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...