Pesquisar neste blog:

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

Rock in Rio, não se repita!

Este post vai sugerir algumas bandas que poderiam estar na próxima edição do Rock in Rio. E o mais importante: são bandas que nunca tocaram antes no festival!! Esta é uma característica que o nosso tão querido festival não gosta muito, afinal, está sempre repetindo as atrações, não é mesmo? Sim, acabou de anunciar a primeira atração para 2017 e é uma banda que já tocou na edição 2011 do festival e já fez duas turnês no Brasil depois disso...

Outra característica que estas bandas compartilham é o fato de não terem feito tantas turnês assim pelo Brasil, recentemente. Assim, o impacto do show deles é muito maior, atraindo muito mais público. Chega de papo furado, vamos às sugestões! (as bandas estão em ordem alfabética)

 
The Answer - para quem não conhece, esta é uma banda oriunda da Irlanda do Norte e que ganhou alguma notoriedade quando abriu para o AC/DC, na turnê "Black Ice World Tour". Os caras fazem uma sonzeira hard rock com o pé nos anos 70, tem grandes discos lançados, e estão para lançar seu sexto álbum de estúdio (confere o vídeo acima com a canção já liberada). Nada mal se eles tocassem por aqui, né? (conheça um pouco mais desta banda neste post aqui)


 
Black Country Communion - esta é uma banda muito mais conhecida, mas que passou por maus bocados: chegou a ser declarada morta após o lançamento de seu terceiro disco de estúdio, "Afterglow". Trata-se de um supergrupo composto por ninguém menos que Glenn Hughes (ex-Deep Purple e Black Sabbath), Joe Bonamassa, Derek Sherinian (ex-Dream Theater) e Jason Bonham (filho do homem, já tocou diversas vezes com o Led Zeppelin). Para alegria de seus fãs (eu incluído), a banda declarou que vai voltar à ativa, e que deve lançar um novo álbum de estúdio em breve - ano que vem, pra ser mais exato. É a oportunidade de convidá-los a agitar o público de algum dia do Rock In Rio! (conheça mais sobre o Black Country Communion neste post)


 
Blues Pills - outra banda da nova safra europeia, esta com origens na Suécia. Formada nesta década, causou muito boa impressão com seu primeiro álbum (veja a resenha aqui) e com suas performances ao vivo, em especial da vocalista Elin Larsson. Estão com disco novo lançado, "Lady In Gold", e estão caindo na estrada para promovê-lo. Que lugar melhor poderiam encontrar para promovê-lo que no nosso festival querido? Venha, Elin, nos impressionar com sua poderosa voz!

 
Death Angel - ao contrário das bandas citadas até aqui, o Death Angel tem longa história. Eles fizeram parte da segunda leva de bandas oriundas da cena thrash de San Francisco (a primeira leva incluiu Metallica e Exodus), tendo lançado seu primeiro álbum em 1987 (o ótimo "The Ultra-Violence"). Quando finalmente conseguiram assinar contrato com uma grande gravadora (Geffen), acabaram tendo que interromper a carreira devido a um sério acidente com o baterista Andy Galeon. Dez anos depois, a banda voltou à ativa (para tocar num festival feito para levantar fundos para os gastos com o câncer de Chuck Billy) e vem reconquistando seu espaço com muito trabalho: muitas turnês tocando mundo afora e diversos discos de qualidade, culminando com o excepcional "The Evil Divide" (veja a resenha aqui), lançado neste ano de 2016. Esta seria uma excelente opção para um dos dias de metal que o festival costuma ter. Vale lembrar que o Death Angel fez apenas uma turnê no Brasil, em 2010. Já está mais do que na hora de retornarem!

 
Gov't Mule - esta é uma banda formada a partir das entranhas de uma das maiores bandas da história do rock, The Allman Brothers Band. Formada originalmente por Warren Haynes e Allen Woody, ex-membros do grande grupo de southern rock, se juntaram ao baterista Matt Abs e foram lançando álbuns poderosos e fazendo apresentações ao vivo ainda mais poderosas, criando uma imensa fama ao seu redor. A desgraça alcançou e abateu a banda em 2000, com a morte do baixista Allen Woody, mas eles continuaram firmes e fortes, fazendo o que sabem fazer melhor: tocar muito bem. Há chances remotas do Gov't Mule tocar no Brasil novamente (sim, a banda veio ao nosso país em 1996): a banda concentra suas turnês dentro dos EUA, tocando uma vez que outra na Europa e raramente fora deste eixo. Fica a esperança de vê-los ao vivo um dia!

 
Kreator - OK, os reis do thrash germânico tocaram nem faz tanto tempo assim no Brasil - três anos atrás, em dezembro de 2013. Entretanto, se considerarmos apenas o Rio de Janeiro, a banda só tocou uma única vez, no longínquo ano de 1992, 24 anos atrás!! E o show aconteceu em um lugar pitoresco: a quadra da escola de samba Estácio de Sá! Portanto, está na hora do Kreator voltar ao Rio de Janeiro e botar em dia o seu grande thrash metal junto a seus fãs cariocas. E como a banda já tocou em versões europeias do Rock in Rio, fica a esperança deles se acertarem pra tocar aqui também!

 
Machine Head - um dos grandes nomes do heavy metal da atualidade, o Machine Head até tocou recentemente no Brasil - em 2015 - mas fez uma única apresentação em São Paulo. Antes disso, fez apenas uma pequena turnê em 2011, com três shows em São Paulo, Curitiba e Porto Alegre. Portanto, trata-se de uma banda inédita em solo carioca, com poucos shows no Brasil, e que merece detonar para o público do Rock In Rio. Tenho certeza que atrairá também bastante público de outros estados, pelas poucas vezes que tocou no Brasil. Uma banda para fechar a noite no Palco Sunset ou para tocar antes da atração principal do Palco Mundo!

 
Overkill - voltamos a indicar uma banda clássica de thrash metal, que também não tem tocado muito no Brasil (última turnê aconteceu em 2012) e também nunca tocou no Rio de Janeiro. Como vem gravando grandes álbuns recentemente ("The Electric Age" e "White Devil Armory", os mais recentes, são excelentes) e está para gravar mais um, deve cair na estrada com tudo para promovê-lo. A banda estava agendada para tocar no Brasil em dezembro de 2015, adiou para fevereiro de 2016 e acabou cancelando os shows. Portanto, estão devendo show no Brasil, mais ainda na cidade maravilhosa. Seria uma grande adição ao Rock in Rio!!

 
Saxon - depois de uma grande banda de thrash, é hora de um dos baluartes do heavy metal mundial. Completando quarenta anos de carreira no próximo ano de 2017, o Saxon foi um dos precursores da NWOBHM (New Wave Of Brittish Heavy Metal) e a banda continua em alta lançando um disco melhor que o outro. Se você duvida, confira os dois últimos álbuns deles, "Sacrifice" e "Battering Ram". Assim como as duas últimas bandas citadas, o Saxon também nunca tocou no Rio de Janeiro. Tenho certeza que se trata de uma banda que pode muito bem fechar uma noite metal de nosso festival. Alguém duvida?

 
Scorpion Child - voltamos a uma banda nova, norte-americana, que vem se destacando nesta década com um poderoso som fortemente influenciado nos grandes nomes do hard rock dos anos 70. Lançaram seu primeiro disco em 2013 (confira a resenha para este primeiro álbum aqui) e acabaram de lançar o segundo álbum, ambos pela Nuclear Blast. Nunca tocaram no Brasil - ainda estão fazendo seu nome no primeiro mundo. Trata-se de uma boa aposta que pode esquentar o público do festival com seu show. Vale a aposta, Medina!!

 
Tedeschi Trucks Band - aqui vai mais uma aposta de pouca chance para tocar aqui no festival. O primeiro motivo é que se trata de uma banda de southern rock, outra banda oriunda das entranhas dos Allman Brothers. Aqui, o guitarrista Derek Trucks, que tocava ao lado de Warren Haynes no Allman, juntou sua banda com a banda de sua esposa, Susan Tedeschi, e começaram a compor juntos e lançar álbuns. Já estão no terceiro, que foi lançado este ano - "Let Me Get By". Trata-se de uma banda de primeiro quilate, músicos experientes e muito bons tocando um grande material. Não costuma ser o perfil dos artistas e bandas que tocam no Rock In Rio, mas não custa a gente sonhar um pouco, né?

 
Van Halen - pra fechar, duas grandes bandas que fariam o Rock in Rio vender ingresso igual pãozinho quente de manhã. Começando com o grande Van Halen, que voltou a se reunir com Dave Lee Roth, gravou um grande álbum novamente - "A Different Kind Of Truth", de 2012 (resenha aqui) e não toca no Brasil desde o distante ano de 1983. Mais do que na hora de algum empresário fazer aquele esforço para trazer a banda para algum festival. E qual festival melhor para isso acontecer que o Rock In Rio? Nenhum. Medina, traz o Van Halen!!

 
The Who - minha última sugestão para os Medina é chamar uma das bandas mais importantes da história do rock. Um dos grupos mais antigos e mais influentes de todos os tempos. Um dos primeiros grupos a criar uma ópera-rock. Um dos primeiros grupos a quebrar instrumentos ao final de sua apresentação. Ninguém menos que o poderoso The Who, que está excursionando mundo afora comemorando os 50 anos de carreira. Que venham ao Brasil celebrar meio século de história do rock com o grande público do Rock In Rio!!

Atualização de 07/03/2017: Confirmado! O The Who vai tocar no Rock In Rio no dia 23/09!! Obrigado, Medina, por acatar minha sugestão!!! :)

É isso. Treze bandas que poderiam fazer sua estreia (e fazer história) no festival Rock in Rio de 2017. Sim, algumas bandas são devaneios deste blogueiro, mas a maioria poderia ser contratada facilmente, sem problemas. Se você também quer ver estas bandas no festival, compartilhe o post e faça-o chegar aos Medina!!

Um abraço rock and roll e até a próxima!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...