Pesquisar neste blog:

sábado, 21 de novembro de 2015

Testament e Cannibal Corpse no Circo Voador - como foram os shows

Nada melhor que um belo show de metal na melhor casa do Rio de Janeiro - o Circo Voador. Melhor que um? Que tal então dois belos shows? Sim, Ontem o Circo recebeu dois grandes shows: Cannibal Corpse e Testament passaram a limpo suas carreiras com apresentações impactantes e prestigiadas por um grande público, muito empolgado, e que vibrou bastante com o death metal ensanguentado do Cannibal Corpse e o desfile de clássicos de thrash metal do Testament!

Não vou falar sobre o show de abertura da banda brasileira Uzômi, porque só consegui entrar no Circo pouco depois das 21h, e a banda já tinha encerrado sua apresentação. O público ainda era mediano quando entrei, aumentando bastante até 21:30, horário marcado para o começo do show do Cannibal Corpse. Praticamente sem atraso, a banda tomou o palco e começou o seu ataque butal com canções mais recentes (as três primeiras), até que desenterrou a antiga "Stripped, Raped And Strangled", do álbum "The Bleeding" (o último que contou com Chris Barnes nos vocais), recebida com empolgação pelo público, que já tomava totalmente a pista do Circo Voador para agitar sem parar ao som de um death metal extremamente técnico e bem tocado. Destaque para o baterista Paul Mazurkiewicz, absolutamente destruidor atrás de seu set, e para o vocalista George "Corpsegrinder" Fisher, com seu vocal gutural esmagador e sempre balançando a cabeça como um autêntico headbanger (como ele consegue, noite após noite, balançar a cabeça assim e não ter problemas no pescoço?), além de alguns trejeitos nojentos que sempre agradam ao público fã da banda. A apresentação seguiu mais ou menos na mesma toada extrema até que Fisher anunciou a canção "Hammer Smashed Face" (ver vídeo abaixo; sim, é a música que a banda aparece tocando no filme "Ace Ventura"), levando todos ao delírio e aumentando as rodas de mosh ainda mais. "Devoured By Vermin" encerrou o show com a adrenalina lá em cima e o público aplaudiu e reconheceu a grande performance que os norte-americanos entregaram.

Cannibal Corpse em ação no Circo Voador
Às 23:25, o Testament adentrou ao palco do Circo Voador disposto a superar a grande apresentação anterior. Bastaram os primeiros acordes do clássico "Over The Wall" para levar a plateia ao delírio novamente e iniciar a agitação intensa, que durou toda a apresentação. Desde o show que a banda praticou aqui no Rio de Janeiro, em 2007, até o desta noite, passaram-se oito anos, durante os quais a banda gravou dois álbuns de estúdio e sofreu algumas mudanças de formação, com a troca de baterista e baixista, com a excelente dupla Gene Hoglan e Steve DiGiorgio entrando para a banda. Aliás, Steve foi um dos destaques do show, assumindo a frente do palco e agitando bastante com seu baixo de seis cordas. Talvez por ele estar de volta na banda, o Testament tocou quatro canções do álbum "The Gathering" (do qual ele fez parte), que dividiu as maiores atenções no set list ao lado do álbum clássico "The New Order". E eram as canções deste último que mais empolgaram o público. Destaque para a sequência com "Into The Pit", "Practice What You Preach" e "The New Order", que levaram a plateia ao delírio e causaram a maior intensidade na agitação. Destaque também para o clássico "Disciples Of The Watch", urrado a plenos pulmões pelo público, e o wall of death praticado na última música do set, "The Formation Of Damnation".

O baterista Gene Hoglan, perfeito em seu set
Saldo final da noite: duas grandes apresentações, muita agitação e público exausto deixando o Circo Voador extremamente satisfeito com os shows que viu. Que o Testament não demore tanto tempo sem tocar no Rio de Janeiro e que ambas as bandas retornem em breve - o público metal carioca os adora!

O vocalista Chuck Billy e Steve DiGiorgio a seu lado
Set list do Cannibal Corpse:
"Scourge Of Iron"
"Demented Aggression"
"Evisceration Plague"
"Stripped, Raped And Strangled"
"Disposal Of The Body"
"Sentenced To Burn"
"Kill Or Become"
"Sadistic Embodiment"
"Icepick Lobotomy"
"The Wretched Spawn"
"Dormant Bodies Bursting"
"I Cum Blood"
"Unleashing The Bloodthirsty"
"Make Them Suffer"
"A Skull Full Of Maggots"
"Hammer Smashed Face"
"Devoured By Vermin"

Set list do Testament:
"Over The Wall"
"Rise Up"
"The Preacher"
"Henchmen Ride"
"Dog Faced Gods"
"Native Blood"
"Legions Of The Dead"
"True Believer"
"Into The Pit"
"Practice What You Preach"
"The New Order"
"D.N.R. (Do Not Resuscitate)"
"3 Days In Darkness"
"Disciples Of The Watch"
Bis:
"More Than Meets The Eye"
"The Formation Of Damnation"

Alguns vídeos:
Cannibal Corpse tocando "Hammer Smashed Face":


Abertura do show do Testament, com "Over The Wall" e "Rise Up":



Um abraço rock and roll e até o próximo show!!


LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...