Pesquisar neste blog:

quinta-feira, 11 de julho de 2013

Rock And Roll Hall Of Fame - as principais ausências

Este post falará um pouco sobre as bandas de rock esquecidas pelo Rock And Roll Hall Of Fame. Falaremos sobre bandas e/ou artistas de grande importância para o rock/blues, altamente influentes, e que já deviam ter sido introduzidas nesse salão faz muito tempo...

Antes de mais nada, a ordem em que as bandas aparecem abaixo é alfabética. Todas tem muita importância no mundo musical, não poderiam ficar de fora de um museu que tem como missão educar fãs ao redor do mundo sobre a importância do rock and roll. Estas bandas, citadas abaixo, todas elas foram fundamentais no desenvolvimento do estilo, independente do grau de sucesso de cada uma. E a maioria já está apta a ser indicada faz muito tempo!!

Vamos a minha lista das maiores ausências do Rock And Roll Hall Of Fame (lembrando que, para um artista ou banda se tornar elegível, é preciso que se tenha passado pelo menos 25 anos do lançamento do primeiro álbum, ou seja, são elegíveis bandas ou artistas com primeiro álbum lançado até 1988):

Bad Company - primeiro álbum lançado em 1974 (14 anos de injustiça) - primeira banda contratada pelo selo Swan Song, do Led Zeppelin, e foi concebida na época como uma super-banda, com ex-membros do Free e do Mott The Hoople. Lançou álbuns de qualidade inegável e com certeza influenciou centenas de músicos ao redor do mundo com seus clássicos: "Can't Get Enough", "Rock Steady", "Fell Like Makin' Love", "Shooting Star", muita música boa!! Não pode ficar de fora - indicação imediata!

Deep Purple - primeiro álbum lançado em 1968 (20 anos de injustiça) - esta é a maior injustiça, ao meu ver. Uma das bandas da santíssima trindade, junto com Led Zeppelin e Black Sabbath, que ajudaram a definir e influenciar quase tudo que foi feito a partir de então. As outras já foram incluídas, então é obrigatório que o Purple seja considerado. A boa notícia é que, na última votação, a banda já era uma das possíveis escolhas. Outra boa notícia é que Lars Ulrich, baterista do Metallica, iniciou uma campanha para que o Purple seja incluído no Hall. Você imagina um mundo sem clássicos como "Smoke On The Water", "Burn", "Mistreated", "Highway Star" ou "Perfect Strangers"? Sem a guitarra de Ritchie Blackmore? Sem os teclados de Jon Lord? Sem os vocais de Ian Gillan? Sem chance!! Eu não viveria num mundo sem o Deep Purple!! Incluam o Purple imediatamente!!
Atualização em 08/10/2015: o Deep Purple está entre os indicados ao Rock and Roll Hall Of Fame, turma de 2016. Espero que seja incluído!! (já foi indicado e não incluído em 2013, assim como o Yes)
Atualização em 17/12/2015: Finalmente, o Deep Purple foi introduzido no Rock And Roll Hall Of Fame! Injustiça corrigida!!


Dire Straits - primeiro álbum lançado em 1978 (10 anos de injustiça) - fico imaginando aqui onde essa turma que escolhe e vota pra definir os incluídos no Hall da Fama do Rock estava durante o final dos anos 70 e começo dos anos 80, para não incluir uma banda tão seminal e tão importante ao pop rock mundial. Será que eles já escutaram "Sultans Of Swing" alguma vez? Não é possível que você escute aquela levada fenomenal, aquele solo de arrepiar e não inclua os caras. E a versão ao vivo? E todos os outros clássicos, como "Tunnel Of Love", "Romeo And Juliet", "Private Investigations"? E "Brothers In Arms", aquele incrível álbum de 1985? Esses caras que votam e indicam não entendem nada de música!!

Emerson, Lake & Palmer - primeiro álbum lançado em 1970 (18 anos de injustiça) - esse power trio elevou o rock progressivo a uma categoria impressionante. Sim, toda aquela música sensacional, registrada em grandiosos álbuns como "Tarkus", "Trilogy", "Brain Sallad Surgery" e "Works", foi feita apenas por três músicos! Todos três altamente respeitados, cada um em seu instrumento. Bem, respeitados pelos fãs e por outros músicos, não por esta instituição que deveria promover o rock. Como pode uma banda que criou músicas do quilate de "Lucky Man", "Fanfarre For The Common Man""Karn Evil 9" e tantas outras não ser reverenciada? Indicação para o ELP já!!

Free - primeiro álbum lançado em 1969 (19 anos de injustiça) - imaginem o mundo sem a guitarra de Paul Kossoff e sem os talentos vocais de Paul Rodgers. Não dá pra imaginar! O Free foi seminal e influenciou um sem-número de bandas, desde o heavy metal do Iron Maiden ao blues de Joe Bonamassa. Considero o Free ainda mais importante que o Bad Company, de quem já falamos mais acima. Uma banda que teve pouco sucesso mundial, mas que foi fundamental no desenvolvimento do hard rock e heavy metal. Clássica e fundamental, não pode ficar de fora do Rock And Roll Hall Of Fame!!

Grand Funk Railroad - primeiro álbum lançado em 1969 (19 anos de injustiça) - houve um tempo em que o Led Zeppelin (felizmente, o Zeppelin já foi incluído no Hall...) percorria os estádios dos EUA, fazendo shows maravilhosos. E houve uma banda que abria para eles, rivalizando em popularidade e em qualidade dos shows - o Grand Funk Railroad! OK, não sei se essa lenda é verdadeira - também ouvi falar que Peter Grant desligou os instrumentos deles em um dos shows - mas a banda tinha uma tremenda reputação ao vivo. E rasgou os anos 70 lançando excelentes álbuns e vendendo mais que qualquer outra banda americana. Não à toa, lançaram um disco chamado "We're An American Band", que também foi o nome de um de seus maiores sucessos. Uma banda clássica que merece ser introduzida no Rock And Roll Hall Of Fame!!

Iron Maiden - primeiro álbum lançado em 1980 (8 anos de injustiça) - muita gente torce o nariz pro Maiden, reclama disso e daquilo, mas a importância e a influência da banda são inegáveis. A discografia da banda é impressionante, não só pela qualidade dos álbuns, como também pela arte das capas, cortesia de Derek Riggs. E a banda influenciou diversas outras: do Dream Theater ao Metallica, Slayer, Testament e Kreator. As performances de Steve Harris no baixo e Bruce Dickinson nos vocais são impressionantes até os dias de hoje. Lamentavelmente, esta é uma banda que está bem esquecida nos EUA, terra do Hall Of Fame, e é muito pouco provável que eles sejam indicados. Uma pena, foi nos EUA que um dos melhores discos ao vivo foi gravado - "Live After Death". Vai entender...

Jethro Tull - primeiro álbum lançado em 1968 (20 anos de injustiça) - estamos falando de uma banda que lançou diversos álbuns clássicos em sequência: "Aqualung", "Thick As A Brick", "A Passion Play" - sendo que os dois últimos chegaram ao topo da parada americana! Seu principal compositor, Ian Anderson, é um mestre na flauta e suas performances ao vivo são incríveis. Mesmo com todos esses adjetivos e uma carreira sólida, de mais de 40 anos, eles não foram indicados. Absurdo! 20 anos sendo negligenciados por essa instituição!! Inaceitável!!!

Judas Priest - primeiro álbum lançado em 1974 (14 anos de injustiça) - todo mundo reconhece os criadores e pais do heavy metal, Black Sabbath, mas pouca gente dá o devido valor ao Judas Priest, os tios do estilo, na ativa fazendo boa música desde 1974. Pelo menos dentro da cena heavy metal, eles são reverenciados como mestres. Todas as bandas da atualidade beberam nessa fonte - Rob Halford pavimentou o caminho e o estilo de cantar de toda uma geração. Clássicos supremos foram lançados durante a carreira deles, como "Breaking The Law", "Electric Eye", "Painkiller" e tantos outros. Não dá pra entender como uma banda tão fundamental não ter sido indicada. Mais um absurdo dessa instituição...

Kiss - primeiro álbum lançado em 1974 (14 anos de injustiça) - você pode achar a música do Kiss pop, pode até não gostar tanto da banda, mas não pode negar a importância dos mascarados no mundo do rock. Eles revolucionaram as apresentações ao vivo com sua pirotecnia, explosões e efeitos especiais, tudo isso calcado em um rock com muito punch, que cativou milhões de fãs ao redor do mundo. Uma banda americana, que devia ser mais reconhecida de seus conterrâneos do Rock And Roll Hall Of Fame. Outro dia vi um episódio de "That Metal Show" onde Mike McCready falou que o Pearl Jam cogita não aceitar uma possível indicação, caso o Kiss não tenha sido induzido até lá. Tomara que a banda seja aceita antes disso, eles merecem demais - a banda que criou o hino "Rock And Roll All Nite" não pode ficar de fora!!
Atualização em 18/12/2013: Injustiça corrigida! O Kiss foi introduzido ao Hall da Fama do Rock em 2014!!

Motörhead - primeiro álbum lançado em 1977 (11 anos de injustiça) - estamos falando agora da banda de Lemmy Kilmister, lenda (ainda) viva do rock. O cara foi roadie de Jimi Hendrix, fez parte do Hawkwind até finalmente, em 1975, formar sua própria banda, Motörhead. Uma banda que rapidamente revolucionou com seu som direto, cru, um soco no estômago que influenciou e foi a base do thrash metal (James Hetfield, do Metallica, já se referiu a Lemmy como o padrinho do estilo). Só quem tem culhão para curtir clássicos como "Overkill", "Ace Of Spades", "Orgasmatron". Até entendo o Hall da Fama não incluir Lemmy e seus asseclas: os caras botam pra foder mesmo, já imaginou o Lemmy discursando e aceitando o prêmio? Seria impagável!!

Stevie Ray Vaughan - primeiro álbum lançado em 1983 (5 anos de injustiça) - a carreira deste guitarrista texano durou apenas sete anos. Somente seis álbuns de estúdio (sendo um desses póstumo). Foi o bastante para deixar uma legião de fãs e admiradores de sua pegada inconfundível, um feeling profundo e interpretações magistrais de grandes standartes do blues e rock. Eu considero suas versões de canções de Jimi Hendrix as melhores. Quase todas as eleições de revistas especializadas o colocam como um dos dez maiores guitarristas de todos os tempos. Ainda assim, nossa querida instituição tem ignorado Stevie por cinco anos. Depois do Deep Purple, considero esta a maior injustiça. Inaceitável!!
Atualização em 09/10/2014: Stevie foi indicado ao Rock and Roll Hall Of Fame, turma de 2015. Espero que seja incluído!!
Atualização em 16/12/2014: Injustiça corrigida! Stevie Ray Vaughan e seu Double Trouble foram introduzidos ao Hall da Fama do Rock em 2015!!



Thin Lizzy - primeiro álbum lançado em 1971 (17 anos de injustiça) - confesso que demorei um pouco a conhecer e a gostar mais profundamente desta sensacional banda. Me lembro de um colega de trabalho mostrando sua coleção do Thin Lizzy e eu totalmente desinteressado (na época, estava na fissura total por Black Sabbath e Deep Purple...). Porém, aos poucos, fui descobrindo e reconhecendo o valor e a importância desta banda - uma das primeiras a explorar adequadamente uma dupla de guitarristas tocando juntos magistralmente. Sim, Scott Gorham e Brian Robertson são os pioneiros do que muita gente acha que foi criado pelo Iron Maiden. E o vocal de Phil Lynott? Não só o vocal, mas todas as suas composições, o homem era o cérebro por trás deste grande grupo. E ainda tivemos alguns membros ilustres de curta duração na banda: Gary Moore, Snowy White, John Sykes. Já são motivos mais do que suficientes para eles serem incluídos, não é mesmo?

UFO - primeiro álbum lançado em 1970 (18 anos de injustiça) - esta é outra banda que demorei a reconhecer o valor. Lembro claramente de meu amigo e vizinho Carlos, apaixonado pela fase Michael Schenker da banda, e eu tipo que pensando: "esse cara viaja demais com esse tal Schenker!". Felizmente eliminei esta minha ignorância musical e mergulhei a fundo nos maravilhosos discos lançados na década de 70 - "Phenomenon", "Obsession", "Lights Out", o sensacional ao vivo "Strangers In The Night". É certo que as demasiadas mudanças de formação nos anos 80 prejudicaram bastante a banda, mas ela conseguiu ressurgir com o grande Vinnie Moore e está melhor do que nunca. Uma banda com um fã importante como o radialista e apresentador Eddie Trunk tem a chance de ser reconhecida um dia pelo Hall. Essa é nossa esperança!

Uriah Heep - primeiro álbum lançado em 1970 (18 anos de injustiça) - esta é outra banda que sofreu muito com o excesso nas mudanças de formação. Mesmo assim, manteve um núcleo de integrantes constante durante o tempo, como o guitarrista Mick Box, o baixista Trevor Bolder (infelizmente faleceu recentemente; Gary Thain, outro baixista da banda, também faleceu depois de um choque elétrico no palco), o baterista Lee Kerslake (praticamente aposentado nos dias de hoje, devido a problemas de saúde). David Byron, grande vocalista da melhor formação da banda, também já faleceu; Bernie Shaw é o atual e está a longo tempo na banda. Um hard rock forte, encorpado, composições inspiradíssimas, performances ao vivo pra lá de empolgantes, músicos de grande técnica. Clássicos como "Easy Livin'", "July Morning", "Sweet Lorraine" e tantos outros. Com certeza grande parte da cena hard rock e heavy metal atual bebeu nessa fonte. Vamos torcer que a banda seja reconhecida logo, antes que a morte encontre outro de seus integrantes...

Yes - primeiro álbum lançado em 1969 (19 anos de injustiça) - os caras que votam nos indicados ao Rock And Roll Hall Of Fame devem odiar rock progressivo. Percebam quantas bandas já falamos aqui do estilo: Jethro Tull, Emerson, Lake & Palmer, e agora o Yes. Ah, todo o virtuosismo, harmonias vocais, composições beirando a perfeição, técnica apurada, o Yes elevou o rock ao estado da arte e de uma hora pra outra acabou sendo execrado por mudanças mercadológicas. Mas eles se mantiveram firmes e recuperaram seu sucesso, perderam de novo, reuniram todos os membros em uma única formação, ufa! Uma história rica em detalhes, brigas e álbuns maravilhosos, que precisa ser recompensada e reconhecida! Clássicos como "Roundabour", "And You And I" e "Owner Of A Lonely Heart" são atemporais e ficarão para sempre na história do rock. Que o Hall reconheça logo o valor desta grande banda!!
Atualização em 08/10/2015: o Yes está entre os indicados ao Rock and Roll Hall Of Fame, turma de 2016. Espero que seja incluído!! (já foi indicado em 2013 e não incluído, assim como o Deep Purple)
Atualização em 17/12/2015: vergonhosamente, o Yes continua de fora do Rock And Roll Hall of Fame...

Atualização em 18/10/2016: o Yes está novamente entre os indicados ao Rock and Roll Hall Of Fame, turma de 2017. Que seja incluído desta vez!!
(todas as fotos - Wikipedia)

Taí, dezesseis grandes bandas do rock mundial, renegadas e esquecidas por este museu, que deveria promover a música de verdade e não artistas de sucesso momentâneo do passado!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...