Pesquisar neste blog:

terça-feira, 6 de novembro de 2012

Revival de Rock Australiano

Este post vai relembrar algumas grandes bandas vindas da terra "down under". Bandas que estão na memória de muito roqueiro de idade avançada... Nem só de AC/DC vivia a Austrália: tivemos Men At Work, INXS, Midnight Oil e outras menos conhecidas. Quem é carioca tinha a Fluminense FM, que explorava bem este tema. Hoje em dia somos órfãos de uma rádio rock, infelizmente...

Outro dia, acabei relembrando alguns sucessos de bandas de rock australiano, e fui postando alguns vídeos na página do blog no Facebook, e acabou surgindo a vontade de registrar um post que listasse algumas dessas bandas, que andam muito esquecidas. Elas são numerosas e vou tentar listar aqui as que eu mais curtia:

AC/DC
Os gigantes do rock são os maiores nomes quando se trata de rock australiano. Nenhuma banda de lá conseguiu ser maior que eles (aliás, poucas bandas são maiores que o AC/DC...). Além disso, o irmão mais velho dos irmãos Young, George Young, ao lado de Harry Vanda, formou a dupla Vanda & Young, responsável por diversos sucessos locais e também por produzir muitos discos da própria banda. Todo mundo já conhece o AC/DC e eles estão aqui só pra constar que são uma banda australiana (apesar dos membros da banda terem nascido na Inglaterra e terem ido bem novinhos, ainda crianças, para a Austrália).

Men At Work
Todos lembram dos diversos sucessos do Men At Work, uma das bandas de maior sucesso da Austrália, depois do AC/DC. "Down Under", "Overkill", "It's A Mistake" e "Who Can It Be Now?" são alguns dos grandes sucessos deles. Apesar do sucesso gigante, a banda só lançou três discos de estúdio, sendo os dois primeiros os de grande sucesso - a banda terminou em 1986, com uma reunião para tocar na América do Sul em 1996. O vocalista Colin Hay ainda teve algum sucesso em sua carreira solo (e até tocou no segundo Rock In Rio; quem se lembra do sucesso "Into My Life"?). O saxofonista e membro da banda Greg Ham faleceu este ano.

INXS
Outra banda de grande sucesso fora da Austrália, formada por três irmãos (os irmãos Farriss) e pelo grande vocalista Michael Hutchence, que com sua presença de palco foi arrebatando diversos fãs mundo afora. O que você pode não saber é que o disco de maior sucesso do grupo, "Kick", que muitos podem pensar como primeiro da banda, na verdade foi o sexto (chegou à terceira posição da parada americana; seu sucessor, "X", chegou à quinta posição). Além da qualidade de seus discos, a história da banda também ficou marcada pelo suícidio de Hutchence, que se enforcou em 1997. Outro detalhe que muitos não devem saber é que a banda seguiu sua carreira depois da tragédia, com outros vocalistas, mas sem o brilho anterior. Relembre um clássico deles abaixo!

Midnight Oil
Além da qualidade de seus álbuns, onde sempre praticaram um rock encorpado, com boas letras, o Midnight Oil ainda era muito conhecido pelo ativismo engajado de seu vocalista, o careca altão Pete Garrett. A banda começou a carreira ainda nos anos 70, mas foi com o grande disco "Diesel And Dust", de 1987, que alcançou sucesso internacional, em especial graças aos dois singles de sucesso do álbum: "Beds Are Burning" e "The Dead Heart". O disco seguinte, "Blue Sky Mining", trouxe mais sucessos, como "Forgotten Years" (adoro esta!) e "King Of The Mountain". Em 1993, a banda veio ao Brasil pela primeira vez, e me lembro de um show memorável no antigo Maracanãzinho, que infelizmente acabou marcado por uma tragédia, com a morte de um fã que caiu no fosso do ginásio. Gostava muito do Midnight Oil, pena que a banda esteja quase parada desde 2002, com pequenas aparições em festivais australianos. Mas vale a pena relembrar o trabalho destes australianos engajados com as causas do meio-ambiente muito antes do assunto virar modinha...

Hoodoo Gurus
Outra banda muito legal, geralmente associada ao surf, assim como o Midnight Oil, é o Hoodoo Gurus. Seus principais sucessos aqui no Brasil são as canções "Out That Door" e "Come Anytime", tiradas de álbuns diferentes: a primeira saiu do disco "Blow Your Cool!", e a segunda do disco "Magnum Cum Louder". O vocalista Dave Faulkner tem uma voz característica que você reconhece imediatamente, e a guitarra de Brad Shepherd tem um som bacana, em especial em "Out That Door". Relembre estes sucessos abaixo e curta mais uma banda das antigas do rock australiano.

Australian Crawl
Mais uma banda associada ao surf, o Australian Crawl teve um monte de sucessos tocando nas nossas rádios nos anos 80, e lá na terra deles eles conseguiram dois álbuns que chegassem ao topo das paradas. As mais conhecidas da banda são "Beautiful People", "Errol", "Indisposed", "Things Don't Seem" e "The Boys Light Up". Após alguns fracassos comerciais, a banda se separou e alguns membros já faleceram: os guitarristas Guy McDonough e Brad Robinson. Relembre mais uma grande banda australiana de surf music!


Spy Vs. Spy
Outra banda ligada no surf, tiveram ajuda no início da carreira do Midnight Oil, utilizando a gravadora alternativa da banda e seu empresário, Gary Morris. Os quatro primeiros álbuns da banda fizeram relativo sucesso em seu país natal, mas os demais não conseguiram entrar nem no Top 40 australiano. Bem ou mal, ainda estão em atividade, fazendo mais sucesso aqui no Brasil do que na terra natal. A canção que mais me lembro deles é "All Over The World", quase instrumental, do primeiro álbum deles, "Harry's Reasons". Sonzeira!!


Gang Gajang
Esta banda eu conheço pouco mas vai entrar aqui nesta lista por causa da canção "Gimme Some Lovin", muito maneira e que tocava direto na Fluminense FM. Ela está presente no primeiro álbum da banda, auto-entitulado. A banda teve pouco sucesso na Austrália, e igualmente ao Spy Vs. Spy, tem um sucesso até maior aqui no Brasil. Curtam o som que falei abaixo.

The Church
Esta banda entra aqui na lista por causa do seu álbum "Starfish", de 1988, que curti muito na época. Destaco a canção "Under The Milky Way", o single do disco, mas o álbum inteiro tem uma qualidade imensa, um som mais dark, tendendo para The Cure, The Mission e afins. Segundo a Wikipedia, atualmente estão levando um som mais próximo ao rock progressivo. Mais uma das antigas pra relembrar!

Divinyls
Esta banda entra aqui na lista por causa de um single, "I Touch Myself", um dos primeiros vídeos que vi quando a MTV estreou no Brasil (o vídeo fez muito marmanjo babar...). A vocalista da banda, Christina Amphlett, cantava com uma voz altamente sensual e provocava no vídeo, uma letra bastante sugestiva, se tornando o sonho de consumo dos roqueiros da época... O guitarrista da banda, que também aparece no vídeo, era Mark McEntee. O álbum que continha o single em questão foi o quarto da banda, auto-entitulado, de 1991, e o único a fazer sucesso fora da Austrália. Revejam toda a sensualidade de Christina no vídeo abaixo!

(alteração de 07/11/2012)
Hunters & Collectors
Contribuição do amigo Marco Antônio Cunha, que sugeriu esta canção do Hunters & Collectors, outra banda australiana das antigas. O Hunters tinha um som mais quebrado, variado, e a canção abaixo, "Holy Grail", é do álbum "Cut", de 1992. Reparem a semelhança entre o riff desta música e o da canção "More Than A Feeling", do Boston...

Bem, é isto, o revival de rock australiano chega ao fim, espero que tenham gostado. Deixem seus comentários com outras bandas que lembram das antigas. Fiquem ligados no blog pelas redes sociais: TwitterFacebookTumblr. Até o próximo post!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...