Pesquisar neste blog:

sábado, 28 de julho de 2012

Cássia Eller - O Marginal

Este post vai falar sobre um disco de vinte anos atrás: falaremos da grande e saudosa Cássia Eller e de seu segundo disco, o pouco conhecido e subestimado "O Marginal", que apesar de ter sido o menos vendido da carreira da cantora, contém grandes interpretações de pérolas da música nacional e internacional.

Cássia Eller começou sua carreira de sucesso com o lançamento, em 1990, de seu primeiro disco, auto-entitulado. O disco fez um sucesso de moderado a bom, especialmente pelo fato da versão de "Por Enquanto", da Legião Urbana, ter estourado nas rádios e ter tido o video-clipe passado até no Fantástico. Após a gravação e lançamento deste primeiro álbum, Cássia caiu na estrada para tocar e divulgar seu trabalho. Sua banda tinha diversos feras da música, incluindo o percussionista Peninha, do Barão Vermelho, e o grande guitarrista Victor Biglione. A ideia de Cássia era aproveitar Victor e lançar um disco ao vivo, com a maioria de canções numa levada mais blueseira. A gravadora resolveu arquivar a ideia - nossas gravadoras e suas ideias estapafúrdias de explorar artistas e decidir suas carreiras... Cássia não se deu por satisfeita, e partiu com a ideia de um segundo disco de pegada mais blues e rock. O resultado foi o segundo álbum, "O Marginal".

O disco contou com a seguinte banda gravando ao lado de Cássia: Élcio Cáfaro na bateria; Nelson Faria nas guitarras; Tavinho Fialho no baixo (Tavinho é pai de Chicão, filho de Cássia); e Zé Marcos nos teclados. O repertório escolhido varia muito, com composições de Beto Guedes, Itamar Assumpção, Luiz Melodia, Arrigo Barnabé, Mário Manga, Rita Lee, até o grande Jimi Hendrix, nas duas últimas. Apenas duas músicas tem composição de Cássia Eller: a faixa-título e "Eles". Percebe-se que a escolha do repertório prestigia artistas mais underground (a famosa vanguarda paulista, que poucos conhecem), mas de qualidade inegável. A voz de Cássia tornou as músicas ainda mais poderosas, nos presenteando com um grande resultado.

Cássia Eller. Foto de divulgação.
O disco abre com "Caso Você Queira Saber" e a voz de Cássia se sobressai de cara, tamanha a intensidade que ela se entrega logo na abertura do álbum, nesta composição de Beto Guedes. A guitarra de Nelson Faria também faz bonito. "Sonhei Que Viajava Com Você" é mais suave, um clima mais intimista, como um blues mais arrastado, e nossa grande intérprete consegue se sair bem também. Em "Sensações", uma composição de Luiz Melodia, temos mais suingue e um naipe de metais para enriquecer os arranjos - o solo de guitarra volta a se destacar. "Teu Bem", composição de Arrigo Barnabé, é outra de clima suave, que ficou deliciosamente boa. "Amnésia", outra de Luiz Melodia, também carrega no suingue, com boas pitadas daquele funkeado gostoso de escutar; destaque para o baixo de Tavinho Fialho.

A faixa-título, uma das poucas composições próprias de Cássia Eller, em parceria com outros compositores, é um belo rock and roll com muito mais atitude e pegada que todas estas bandinhas que infestam as rádios FM nos dias de hoje. "Eles" também é composição própria de Cássia e segue mais ou menos a mesma direção da canção anterior. "Aquele Grandão" é uma de minhas preferidas, uma grande performance roqueira de Cássia Eller, com belo riff de abertura. "Bobagem", composição de Rita Lee, aposta numa versão somente com baixos, aqui executados por Jorge Helder. Depois da rápida instrumental "Comédia" (onde Cássia participa, com uma espécie de murmúrio), temos para mim o ponto mais alto do disco: duas versões maravilhosas de clássicos de Jimi Hendrix: "Hear My Train A Coming" e "If Six Was Nine" (esta última em versão ao vivo). Aqui percebemos todo o talento de Cássia Eller como uma das grandes cantoras brasileiras do nosso tempo. Enfim, um grande álbum, de qualidade, performances inspiradas, que lamentavelmente não fez o sucesso merecido.

Após o lançamento e excursão para promoção, e dado o pouco sucesso alcançado por este álbum, Cássia Eller pensou em desistir. Neste meio tempo, nasceu seu filho, Chicão, e a cantora acabou tendo seu trabalho influenciado pela maternidade. Lançou seu terceiro disco, e ele foi o grande culpado por transformar Cássia em uma celebridade, dados os grandes sucessos contidos nele, como "Malandragem" e "E.C.T.". Mas esta é outra história...

Relação das músicas do álbum:
1 - "Caso Você Queira Saber"
2 - "Sonhei Que Viajava Com Você"
3 - "Sensações"
4 - "Teu Bem"
5 - "Amnésia"
6 - "O Marginal"
7 - "Eles"
8 - "Aquele Grandão"
9 - "Bobagem"
10 - "Comédia" (instrumental)
11 - "Hear My Train A Coming"
12 - "If Six Was Nine" (ao vivo)

Alguns vídeos:
"Aquele Grandão/Não Sei O Que Quero da Vida" no Programa Livre:


"Sensações" ao vivo no Circo Voador:


"Hear My Train A Coming", video-clipe:


Fique ligado no blog também pelas redes sociais: TwitterFacebookTumblr. Em breve falaremos de outros grandes discos do passado. Deixe seu comentário sobre este post e confira os demais posts. Rock and roll na veia!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...