Pesquisar neste blog:

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Shows a Caminho - Peter Frampton e Scorpions

Andei muito sem tempo para publicar no blog. No meio do caminho, férias de quase um mês. Volto com um post sobre os shows que estão a caminho em setembro: Peter Frampton, 11/09 (data sinistra!), aqui no nosso (esquecido por roqueiros de fora) Rio de Janeiro, e Scorpions, lá em São Paulo, 18 e 19/09. Mês que vem, teremos Rush e Green Day em nossas terras, além de diversas atrações no festival SWU. O Rush merece um post próprio e assim será. Sobre Green Day e SWU podemos falar depois também. Hoje nos concentremos nos shows de setembro.


Peter Frampton é um guitarrista que tem fama mas uma reputação abalada entre os roqueiros. Tudo graças às baladinhas que lhe fizeram conhecido: "Show Me The Way" e "Baby, I Love Your Way". Então, para quem não conhece a história de Peter, que vá conhecê-la. Este inglês sessentão começou a carreira cedo, nos anos 60, participando de alguns grupos antes de, no fim da década, formar o Humble Pie. Esta banda, que incluía Steve Marriot, ex-Small Faces, fez sucesso no começo dos anos 70 com um belo disco ao vivo chamado "Performance Rockin' The Fillmore". Pouco antes deste disco ser lançado, Frampton se estranhou com Marriot, rapou fora da banda e começou sua carreira solo. Repetindo o que aconteceu ao Humble Pie, a carreira de Peter deslanchou com o grande disco ao vivo "Frampton Comes Alive", grande clássico da década de 70 que trazia as baladinhas citadas no começo deste parágrafo, mais uma versão de "Jumpin' Jack Flash" - não preciso nem dizer de quem é esta música. O disco foi pro topo das paradas na época e alavancou sua carreira. Um sucesso que gosto mais dele é "Breaking All The Rules", um rockão de primeira que sacodiu o começo dos anos 80. Aos roqueiros cariocas, confiram o coroa que ele tem história e merece respeito. Informações sobre o show aqui.

 Frampton Comes Alive - disco ao vivo mais vendido de todos os tempos

Os Scorpions são outros que ficaram "queimados" pelas baladas que os fizeram famosos. O roqueiro mais radical pode até chamar a banda de "farofa". Mas estes alemães já estão na estrada há muito tempo, tendo lançado diversos petardos de qualidade inquestionável. Com discos lançados desde o começo dos anos 70, a banda teve algumas mudanças de formação, incluindo o gênio Michael Schenker, irmão do outro guitarrista Rudolf. Michael gravou o primeiro disco com a banda, só que recebeu convite para ir para o UFO, banda inglesa onde ele iria entrar para a história. Uli Roth entrou em seu lugar e consolidou a banda como uma bem azeitada unidade de hard rock, típica dos anos 70. A banda, procurando alcançar um sucesso maior, acabou desagradando Roth, que resolveu sair. Entra em cena o atual guitarrista, Matthias Jabs, até hoje na banda. A partir da entrada de Matthias, o Scorpions pegou o elevador e lançou diversos discos de muito sucesso, culminando com "Love At First Sting", que trazia diversos sucessos que estarão no set list do show, incluindo a balada "Still Loving You". A banda passou por algumas polêmicas com suas capas, como a de "Virgin Killer", com uma foto de uma menina nua que acabou sendo proibida.

 A capa polêmica de Virgin Killer

A capa de "Lovedrive" também gerou alguma discussão, pois trazia uma mulher com um de seus seios expostos. Para quem quer se "preparar" para o show, os álbuns indicados são "Lovedrive", "Blackout" e "Love At First Sting", grandes petardos de hard rock. Para quem quer provar de um hard rock de qualidade estilo anos 70 pode procurar "Fly To The Rainbow", "In Trance", "Virgin Killer" e "Taken By Force", que não irá se decepcionar. Pena que eles tenham ignorado o Rio de Janeiro nesta suposta turnê de despedida (se for igual às turnês de despedida do Ozzy...). Mas quem estiver com disposição, ainda há ingressos para o show do dia 18/09. Ver informações aqui.
Voltamos no próximo post falando dos shows de outubro. Blackout!!!

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...